blog

Categoria

Prime Ar Condicionado - Venda, Instalação e Assisténcia Técnica

Antes de Comprar

05/04/2018

Você já conhece o ar-condicionado central? Aprenda mais aqui!

Se você busca mais conforto, melhor qualidade de vida e um ambiente com clima sempre agradável, mas possui um estabelecimento ou residência com espaço muito amplo, o ar-condicionado central pode ser a solução ideal. Isso pode ser feito de forma discreta na decoração da sua casa.

Se optar pela instalação de várias unidades independentes, você pode acabar tendo um gasto maior com consumo de energia e manutenção, e ainda sofrer com uma menor homogeneidade de temperatura. Mas, antes de prosseguirmos, vamos elucidar do que se trata exatamente esse equipamento. Boa leitura!

O que é um ar-condicionado central?

O ar-condicionado central consiste num sistema que possui apenas uma — porém potente — condensadora (unidade externa) e várias evaporadoras (unidade interna). Em vez de instalar diversas unidades autônomas, usa-se uma central que permite distribuir o ar-refrigerado por vários ambientes.

Como ele funciona?

Esse sistema pode funcionar de diferentes maneiras de acordo com a necessidade do usuário. Pode conceber um acionamento feito por controle central de monitoramento, ou mesmo por controles individuais.

Para um planejamento de climatização de residência, os sistemas mais usuais de ar-condicionado central são o VRF (uma sigla do inglês que corresponde a “Fluxo de Gás Refrigerante Variável”) ou então o sistema de dutos. Mais à frente, voltaremos com mais detalhes sobre isso.

Quais as vantagens?

Esse tipo de condicionador de ar geralmente tem um preço de aquisição mais elevado do que os aparelhos convencionais. Porém, se você possui um espaço mais amplo a ser coberto pela climatização, esse investimento se faz valer com o tempo devido às diversas vantagens que apresenta:

- economia de energia: para uma mesma demanda de potência, esses sistemas consomem menos energia elétrica do que os aparelhos convencionais;

- arquitetura: o sistema de dutos não prejudica a estética da residência, uma vez que não fica visível;

- menor custo de manutenção: concentra a maior parte da manutenção em um único equipamento;

- menor ruído: o componente que produz mais ruídos é a condensadora, unidade que fica na parte externa;

- homogeneidade na refrigeração: permite que vários ambientes possam ficar na mesma temperatura.

Como escolher o mais adequado?

Vai depender da sua necessidade. Você pode optar entre diferentes sistemas de ar-condicionado central.

O VRF, também conhecido como Multi Split, consiste em uma potente unidade condensadora e diversos evaporadores interligados. A principal vantagem dessa estrutura é o fato de poder controlar a temperatura em cada ponto de forma independente. Também há maior facilidade de instalação (pode ser feita em qualquer tipo de construção já existente) e ainda possui menor nível de ruído, se comparado com o sistema de dutos.

Já para a central com estrutura de dutos, necessita-se de um rebaixamento no teto (seja com gesso ou o próprio forro, por exemplo) para a instalação dos mesmos. Essa é a melhor opção se você procura discrição estética para a decoração e também climatizar diversos ambientes na mesma temperatura.

Não é simples precisar qual o modelo de ar-condicionado central mais adequado para se encaixar em suas pretensões. O ideal é sempre procurar profissionais capacitados que podem avaliar com maior exatidão o sistema mais indicado para cada caso.