blog

Categoria

Prime Ar Condicionado - Venda, Instalação e Assisténcia Técnica

Dicas

04/01/2018

Qualidade do ar em ambientes internos

Você sabia que, por dia, respiramos certa de 10 mil litros de ar? E que gastamos a maior parte do nosso tempo em ambientes fechados? Se o sistema de condicionamento de ar não estiver funcionando com as diretrizes corretas, diversos problemas de saúde podem ocorrer. Portanto, a qualidade do ar em ambientes internos é uma preocupação constante.

O Ministério da saúde publicou diversas portarias para regulamentar e orientar as empresas a contratar profissionais e empresas qualificadas para realizar a manutenção correta dos equipamentos.

Observe a periodicidade definida pela Anvisa para a limpeza e manutenção dos componentes do sistema de ar-condicionado:

Tomada de ar externo – limpeza mensal ou, se descartável, troca após, no máximo, três meses.

Filtros – limpeza mensal ou, se descartável, troca após, no máximo, três meses.

Bandeja de condensado – limpeza mensal.

Serpentinas de aquecimento e de resfriamento – limpeza trimestral.

Umidificador – limpeza trimestral.

Ventilador – limpeza semestral.

Casa de máquinas – limpeza mensal.

Empreendimentos com grandes ambientes refrigerados devem manter um plano para a correta manutenção e higienização. Um exemplo da importância desse assunto: uma bactéria instalada nos dutos de ar causou, infelizmente, a morte de 34 pessoas nos EUA. Só então entenderam a necessidade de garantir a segurança das pessoas.

A temperatura ideal varia entre 22 e 24 graus, mais frio que isso pode diminuir a umidade relativa do ar, o que não é o ideal para nosso sistema respiratório. Além disso, equipamentos com a manutenção em dias trabalha de maneira mais eficiente, evitando o gasto extra de energia.

Por isso, fique de olho na época para realizar a manutenção preventiva em seus equipamentos de ar-condicionado e garantir o bem estar de todas as pessoas que convivem no ambiente climatizado.