blog

Categoria

Prime Ar Condicionado - Venda, Instalação e Assisténcia Técnica

Curiosidades

07/11/2019

Ar-condicionado e animais: descubra se afeta a saúde

Investir em um novo aparelho pode ser uma ótima opção, mas primeiro é preciso saber se isso pode ser prejudicial e se existem maneiras de evitar que a climatização seja um risco para os animais. Uma das principais dúvidas de quem tem pets em casa é se ar-condicionado e animais é uma mistura nociva à saúde dos peludos.

Isso porque, muitas vezes, problemas podem ser descobertos somente em graus avançados, o que dificulta a cura e o controle da enfermidade.

Você tem animais em casa, mas não abre mão de ambientes climatizados e confortáveis? Então esse post é para você! Você vai descobrir se é possível mantê-los saudáveis e felizes dentro de casa. Confira!

Ar-condicionado não faz mal a humanos

Não importa se o assunto é a saúde dos humanos ou dos animais; sempre há aqueles que afirmam que o ar-condicionado faz mal ou pode causar doenças como resfriado e afins. Mas será que esse fato é verídico ou não passa de mais um mito sobre ar-condicionado?

A realidade é que o aparelho não é responsável por transmitir doenças. O que pode acontecer é que o mau uso do aparelho pode levar à queda da imunidade, aumentando as chances de contrair doenças. Basta evitar utilizar o aparelho em temperaturas extremas e se expor rapidamente a temperaturas muito diferentes.

Um fato que poucas pessoas sabem é que, na realidade, o ar-condicionado purifica o ar e evita diversos tipos de doenças. O filtro presente nos aparelhos é responsável por filtrar e eliminar vírus, ácaros e outros agentes prejudiciais à saúde do humanos e dos animais.

O uso do ar-condicionado, além de proporcionar conforto, é responsável por evitar e reduzir a proliferação desses parasitas. O aparelho também é válido para evitar outros problemas e doenças que se intensificam no calor, como alergias na pele e desidratação.

Pulgas e carrapatos costumam se reproduzir em maior quantidade em temperaturas altas, como no verão, e não sobrevivem facilmente em ambientes com a filtragem do ar-condicionado ou resfriados pelo equipamento.

Ar-condicionado e animais não são incompatíveis

Afinal, será que um ambiente com ar-condicionado pode ser prejudicial para os pets? É fato que o organismo dos animais funciona de maneira diferente do que o humano, mas não existem estudos comprovando que o uso moderado do ar-condicionado pode fazer mal para os animais domésticos, como cães e gatos. Inclusive, o conforto térmico que este aparelho proporciona pode evitar sérios problemas, como desidratação no verão ou hipotermia no inverno.

O ar-condicionado pode ser um grande aliado dos animais, desde que sejam tomados alguns cuidados. Confira.

Evite grandes variações de temperatura

Assim como para os humanos, grandes variações de temperatura podem baixar a imunidade dos pets, elevando as chances de contraírem resfriados e afins. Pensando nisso, é importante manter um ambiente climatizado de maneira moderada, evitando temperaturas extremamente frias ou quentes. O ideal é programar o aparelho para trabalhar entre 22 e 26 graus. Temperaturas abaixo disso podem interferir muito na temperatura corporal, deixando o animal com frio.

Fique atento para que o animal não fique exposto a diferentes temperaturas constantemente, como sair e entrar em casa o tempo todo durante um dia quente com ar-condicionado ligado, por exemplo. Uma ótima opção é investir em aparelhos que mantêm uma climatização constante, evitando que o próprio ar-condicionado cause variações na temperatura.

Invista em um ar-condicionado inverter

Investir em um ar-condicionado inverter é uma ótima opção para quem procura climatizar um ambiente com pets. Essa tecnologia não permite que o aparelho cause oscilações de temperatura durante o funcionamento, proporcionando também um maior conforto térmico.

A sua principal vantagem está no compressor, que funciona de maneira diferente dos demais aparelhos. Quando o aparelho atinge a temperatura desejada, o compressor não desliga e liga para manter o ambiente climatizado. Ele mantém a temperatura escolhida sem ocasionar picos de energia, proporcionando também mais economia na conta de luz.

Esteja atento às reações do pet

É importante lembrarmos também que o organismo de cada pet pode reagir de maneira diferente. Por conta disso, é fundamental ficar atento ao comportamento e às reações do seu animalzinho depois de deixá-lo em um ambiente com ar-condicionado.

Se ele começar a se comportar de maneira diferente ou apresentar algum sintoma anormal, é importante procurar um veterinário. Como dissemos anteriormente, não existem estudos que comprovem que o uso moderado do ar-condicionado possa ser prejudicial à saúde dos pets, mas é preciso ficar atento ao uso do aparelho e às reações do animal.