blog

Categoria

Prime Ar Condicionado - Venda, Instalação e Assisténcia Técnica

Dicas

29/01/2019

Sistema VRF: entenda o que é e quais as vantagens!

Com tecnologia de ponta, bom desempenho energético e menor impacto ambiental, os aparelhos de ar-condicionado com fluxo de gás refrigerante variável (VRF, em inglês) estão ganhando o mercado. O sistema VRF oferece equipamentos para residências e edifícios comerciais sem a necessidade de dutos e casas de máquinas, permitindo a instalação simples em imóveis já construídos.

Você sabe o que é o sistema VRF? É uma tecnologia que funciona com a unidade externa conectada a inúmeros aparelhos internos, que atuam individualmente em cada ambiente. Neste artigo, vamos apresentar quais são as vantagens e os pontos importantes desses equipamentos para ajudar quem está pensando em instalar ar-condicionado com sistema VRF.

O que é sistema VRF?

VRF significa fluxo de gás refrigerante variável – do inglês, variable refrigerant flow. Também chamado de VRV, volume de refrigerante variável, diz respeito a um conceito de equipamentos para climatizar ambientes com uma unidade condensadora externa que se liga a diversas outras evaporadoras internas.

A sigla é referente à capacidade do sistema de controlar a quantidade de refrigeração que flui para cada uma das unidades evaporadoras.

Como ele funciona?

Cada unidade interna opera de modo individual. O sistema VRF funciona de maneira semelhante à tecnologia usada nos modelos split, porém tem uma válvula de expansão para cada unidade evaporadora e placas eletrônicas mais elaboradas.

A maior parte dos equipamentos VRF conta com tecnologia inverter, permitindo modulação em baixa rotação dos compressores e menor consumo energético.

Os equipamentos são práticos, silenciosos e mais ecológicos, uma vez que climatizam grande número de ambientes com um único compressor. Esses modelos de aparelhos de ar-condicionado têm sido usados em residências de grande porte, edifícios residenciais e comerciais, hospitais e hotéis.

Quais as vantagens desse sistema?

O sistema VRF apresenta inúmeros pontos que o diferenciam de outros aparelhos de ar-condicionado. Confira quais são:

- opera diversos equipamentos ao mesmo tempo;

- tem menor consumo elétrico;

- garantia de conforto térmico;

- sistema inteligente para detecção de falhas que informa sobre anormalidades no funcionamento;

- possibilidade de acesso remoto do técnico por meio de automação, facilitando a manutenção;

- a instalação pode ser feita em imóveis já construídos sem a necessidade de dutos. A conexão das diversas unidades evaporadoras e condensadora se dá por meio de tubos de cobre e ramificações;

- possibilita a instalação de mais de 60 unidades internas;

- economia de espaço com unidades externas;

- atende longas distâncias com até mil metros de tubulação;

- temperatura controlada individualmente em cada unidade evaporadora.

Quais os pontos de atenção?

Embora funcione com até mil metros de tubulação, pode ocorrer perda de capacidade em trajeto muito longo da tubulação. Também pode ocorrer redução na renovação do ar em ambientes mais afastados da unidade externa. Nesses casos, a opção de incluir mais de uma unidade externa para solucionar o problema deve ser avaliada.

A qualidade do fluido refrigerante do equipamento influencia no desempenho. Se for de má qualidade, pode até interromper o funcionamento dos equipamentos. O bom desempenho do sistema VRF depende da boa qualidade desse fluido.

Por que o VRF veio para ficar?

Os aparelhos de ar-condicionado VRF estão ganhando popularidade em razão das diversas vantagens que apresentam. A indústria está ampliando o portfólio de equipamentos que permitem maior comodidade e conforto ao usuário. Os equipamentos de ar-condicionado com sistema VRF já ocupam cerca de 15% das vendas do mercado.

A praticidade do produto, sua flexibilidade de uso e a modernidade da automação conquistam cada vez mais consumidores. A tendência é que a procura por equipamentos com sistema VRF aumente ainda mais.