blog

Categoria

Prime Ar Condicionado - Venda, Instalação e Assisténcia Técnica

Curiosidades

17/01/2019

Alergia e ar-condicionado: conheça os mitos e verdades

Quando o assunto é alergia e ar-condicionado, muitos costumam considerar esse aparelho como um grande vilão. No entanto, isso acontece por falta de informação. Além disso, antes desse equipamento ter sido inventado, já existiam alérgicos.

Portanto, quando um tema cria muita polêmica, daí nascem os mitos e verdades que deixam a população desorientada. Neste artigo, você vai ter a oportunidade de se informar e perceber que é possível ter conforto térmico mesmo sendo portador de alergia. Confira.

O que é alergia?

A alergia é uma doença inflamatória que provoca reações no organismo quando este é exposto a algumas substâncias ou agentes físicos.

Alergia na pele

Quando a reação do organismo ocorre na pele, ela é conhecida como dermatite. Normalmente, provoca irritação seguida de coceira. Pode ser gerada pelo contato de objetos como bijuterias, pulseiras de relógios, botões metálicos e outros.

Alergia alimentar

Os alimentos também provocam alergias gravíssimas que podem até matar o paciente. As reações mais comuns são as diarreias e os vômitos. O leite de vaca, frutos do mar, peixes, chocolate, camarão e amendoim estão na lista dos que mais causam efeitos assim.

Alergia respiratória

Ambientes empoeirados, normalmente, contém o ácaro, um dos principais agentes dessa alergia. A exposição a esses locais pode desencadear a asma e a rinite alérgica. Os sintomas são tosse, dor de cabeça, espirros e falta de ar. A ocorrência dessa doença é a que mais costuma culpar sem razão o ar-condicionado.

Medicamentos e picadas de animais

Pessoas alérgicas à picada de animais, medicamentos e determinados alimentos podem sofrer uma reação tão violenta ao ponto de chegar ao risco de morte. É o chamado choque anafilático.

Alergia tem cura?

Infelizmente, ainda não. Existem alguns medicamentos que podem reduzir os sintomas nos momentos de crise. Portanto, os seus portadores devem evitar os ambientes, alimentos e as substâncias que originam as suas reações.

Ar-condicionado provoca alergia?

Não. O simples fato de pessoas alérgicas serem expostas ao ar-condicionado não resulta nisso. Esse equipamento funciona puxando o ar frio ou quente do ambiente e devolvendo-o, conforme a temperatura estipulada pelo usuário. Portanto, percebe-se que nesse processo, não existem os agentes que geram a doença, porém, devem ser tomados alguns cuidados.

Quais medidas devemos tomar?

Quando o ar do ambiente entra no ar-condicionado, ele passa por filtros. Portanto, se esses acessórios estiverem sujos, velhos ou mal conservados, ele retornará com fungos, bactérias e outras partículas existentes, que poderão desencadear reações alérgicas, normalmente, respiratórias.

Para evitar isso, a solução é a manutenção periódica desse equipamento e manter os locais onde ele funciona sempre limpos. Além disso, pelo fato das janelas das dependências ficarem fechadas, o ar não se renova, podendo ficar seco e irritar os olhos. Para que isso não aconteça, existem no mercado aparelhos que mantêm o ar sempre circulando.

Quais os mitos e verdades?

A falta de informação e os palpites de leigos e curiosos provocam dúvidas nas pessoas. Listamos alguns mitos e verdades que ainda rodam por aí.

Mitos

Conheça o que não provoca crises alérgicas:

- o frio;

- praticar esporte;

- lavar o nariz com frequência.

Verdades

Conheça o que pode gerar crises alérgicas:

- cheiros fortes de perfumes e de material de limpeza;

- pelos de animais;

- produtos de beleza;

- purificadores de ar;

- roupas guardadas por muito tempo.

Agora que conhece a relação — alergia e ar-condicionado — e entende que essa doença não é provocada por esse equipamento. Ser humano e máquina poderão viver em harmonia na sua casa ou escritório. Portanto, pode trabalhar, dormir e passar os momentos de sua vida com conforto, esqueça esses mitos.